Contate-nos: 34-3229-3323 casadaarvorecdal@gmail.com

Osvaldo Rezende, Uberlândia, MG

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • Instagram Social Icon

© 2015 por Casa da Árvore. Orgulhosamente criado com Wix.com

Carta de Princípios

 

O que inspira nossa comunidade de aprendizagem é a crença de que todo o ser humano é curioso por natureza, que todo saber e fazer humano é igualmente válido e que um ambiente democrático é o mais adequado para o desenvolvimento humano.

 

1. Da adesão à Comunidade

 

A adesão explícita a esta Carta de Princípios é uma das condições para a participação em nossa Comunidade de Aprendizagem.

 

2. Dos valores da Comunidade

 

Os membros da Comunidade compartilham os seguintes valores:

 

2.1. O autoconhecimento, base para uma existência social feliz e participativa, é fruto do respeito pela jornada pessoal de cada um.

2.2. A preservação da individualidade promove uma vida comunitária harmoniosa.

2.3. Nada nos obriga mais do que normas que nós mesmos nos impomos.

2.4. Aqueles que estão envolvidos em uma atividade são soberanos nas decisões sobre ela.

2.5. A ajuda e o apoio do outro são efetivos somente quando solicitados.

2.6. A cultura humana é fascinante e a dedicação a qualquer um de seus aspectos que promova a vida leva ao aperfeiçoamento de habilidades e conhecimentos essenciais para o desenvolvimento humano.

2.7. Praticamos liberdade com limites e aprendizagem com desejo.

2.8. A brincadeira é a mais poderosa ferramenta de aprendizagem de que dispomos.

2.9. Aprender e viver são uma coisa só.

 

3. Dos Princípios da Comunidade

 

Os membros da Comunidade adotam e respeitam os seguintes princípios:

 

3.1. Confiança

 

Para permitir que todos se eduquem a si mesmos.

 

3.2. Respeito

 

Para garantir que todos tenham oportunidade de trilhar seu próprio caminho.

 

3.3. Liberdade

 

Para escolher as atividades, os espaços, os companheiros (ou a solidão), as fontes de conhecimento e os momentos.

 

3.4. Responsabilidade

 

Para reconhecer que somos os autores de nossa própria existência.

 

4. Da Comunidade

 

4.1 Os membros da comunidade:

 

4.1.1 A equipe:

Organiza e mantém um espaço seguro e acolhedor que contemple os interesses da comunidade.

Participa das instâncias administrativas e deliberativas da comunidade: Assembleia Geral, Assembleia Semanal e Comissões de Trabalho.

Contribui para o aprimoramento, cumprimento e respeito das normas estabelecidas pela comunidade.

Articula com independência iniciativas autogeridas que podem contar com a colaboração autônoma de pessoas e organizações públicas, privadas e da sociedade civil que contribuam para a realização dos projetos dos membros da comunidade.

Empodera continuamente os membros da comunidade na condução de iniciativas que promovam a aprendizagem e o bem-estar da comunidade.

Estará sempre aberta para a pluralidade e diversidade de iniciativas e ações de membros da comunidade que atuam respeitosa e civilizadamente, mas, sobretudo, que acreditam na boa-fé dos demais, pois esta é uma postura fundamental em qualquer ambiente democrático e comunitário.

Estará sempre à disposição dos membros da comunidade, ao mesmo tempo em que evitarão intervenções desnecessárias.

Deve honrar os compromissos assumidos e assumir apenas aqueles compromissos com capacidade de cumprir.

É responsável por identificar, discutir e agir em situações, atuais ou potenciais, que desrespeitem os princípios e valores desta Carta.

 

4.1.2 Os aprendizes:

Organizam e mantêm um espaço seguro e acolhedor que contemple os interesses da comunidade.

Podem participar das instâncias administrativas e deliberativas da comunidade: Assembleia Geral, Assembleia Semanal e Comissões de Trabalho.

Contribuem para o aprimoramento, cumprimento e respeito das normas estabelecidas pela comunidade.

Externalizam seus interesses e buscam apoio da equipe e de outros aprendizes sempre que sentirem necessidade.

Podem entrar e sair da sede da Comunidade a qualquer tempo, dentro do seu horário de funcionamento e desde que autorizados expressamente pelos responsáveis.

Zelam pela conservação do espaço físico ocupado pela Comunidade e pelo bem-estar de todos os outros membros.

Devem honrar os compromissos assumidos e assumir apenas aqueles compromissos com capacidade de cumprir.

São responsáveis por identificar, discutir e agir em situações, atuais ou potenciais, que desrespeitem os princípios e valores desta Carta.

 

4.1.3 Os responsáveis legais pelos aprendizes:

Podem participar da seguinte instância administrativa e deliberativa da comunidade: Assembleia Geral.

Contribuem para a manutenção financeira da Comunidade.

Buscam agir, fora da Comunidade, de modo a potencializar a realização de seus objetivos.

Confiam aos seus filhos a responsabilidade de educar a si próprios.

Devem honrar os compromissos assumidos e assumir apenas aqueles compromissos com capacidade de cumprir.

São responsáveis por identificar, discutir e agir em situações, atuais ou potenciais, que desrespeitem os princípios e valores desta Carta.

"Você não pode fazer alguém aprender algo - ninguém pode ensinar nada a ninguém - ele tem que desejar aprender. E se desejar aprender, ele irá aprender."

Daniel Greenberg

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now
14207778_1047219132066062_20678697460971